Avião Super Tucano Estréia em Salão Aeronáutico da Ásia

103

A Embraer apresentará o avião de treinamento militar Super Tucano pela primeira vez no continente asiático. O turboélice será exibido no Asian Aerospace 2006, um dos três maiores eventos de aviação do mundo.

O salão aeronáutico abre em 21 de fevereiro no Changi Exhibition Center, em Cingapura. Os sistemas de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR) da Embraer serão igualmente promovidos no evento. A Empresa apresentará também Luiz Carlos Aguiar, recém-empossado Vice-Presidente Executivo para o Mercado de Defesa e Governo, que aparecerá pela primeira vez em um show aéreo depois de assumir o cargo, em dezembro último. Até então, Aguiar exercia a função de Presidente do Conselho de Administração da Embraer.

Após o show, o Super Tucano fará uma turnê de demonstração na Ásia e Oriente Médio, quando várias forças aéreas terão a oportunidade de avaliar o avião. A aeronave partiu do Brasil no início de fevereiro e percorreu 11.500 milhas náuticas (21.298 km).

A Embraer prevê uma demanda de 150 a 200 aeronaves Super Tucano na Ásia e Oriente Médio nos próximos cinco anos.

O Super Tucano é uma evolução da plataforma do Tucano. Atualmente, 650 Tucanos estão em operação em cerca de 17 forças aéreas pelo mundo, inclusive no Brasil, Grã Bretanha, França, Egito e Kuwait.

A Força Aérea Brasileira (FAB) encomendou 99 aviões Super Tucano, dos quais 25 já estão em operação. A frota realiza missões avançadas de treinamento e também é utilizada juntamente com oito aeronaves ISR no programa SIVAM.

Em dezembro de 2005, a força aérea da Colômbia encomendou 25 Super Tucanos para ataque leve, marcando a primeira exportação deste avião realizada pela Embraer.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP