Forças Aéreas do Brasil e da Colômbia planejam operação militar

110

Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Força Aérea Colômbia (FAC) estão reunidos, desde o dia 5 de março, nas dependências do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), em Brasília-DF, com o objetivo de planejar a Operação COLBRA II, que acontecerá na cidade de São Gabriel da Cachoeira (AM), de 23 até 27 de julho deste ano.

A Reunião Inicial de Planejamento, que acontece até o dia 9 de março, irá planejar as áreas de operações, comunicações e eletrônica, defesa aérea, jurídica e comunicação social. Pelo Brasil participam oficiais do COMDABRA, do Centro de Comando e Controle de Operações Aéreas (CCCOA), do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER). A comitiva da Força Aérea da Colômbia é chefiada pelo Major-General José Vicente Uruena Molina.

Para a COLBRA II, aeronaves-alvo das duas Forças Aéreas simularão a invasão do espaço aéreo vizinho para serem interceptadas e conduzidas aos aeródromos de São Gabriel da Cachoeira, no Brasil, e na cidade de Letícia, na Colômbia. Serão empregadas táticas e técnicas comuns para a transferência dos tráfegos irregulares supostamente envolvidos em atividades ilegais, tais como o tráfico de drogas e contrabando de armas. Dessa forma, os procedimentos de defesa aérea previstos nas Medidas de Policiamento do Espaço Aéreo (MPEA) estarão sendo efetivados.

“Com a realização da Operação COLBRA II podemos aumentar a comunicação conjunta no combate ao narcotráfico, compartilhar experiências operacionais, além de estreitar os laços de amizade entre os dois países”, afirmou o Major-General Uruena.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP