Ecuatoriana de Aviacion (Equador) | Portal Aviação Brasil
Internacionais Desativadas

Ecuatoriana de Aviacion (Equador)

Ecuatoriana de Aviacion (Equador)

Empresa: Ecuatoriana de Aviacion (Equador)

Descrição: A Ecuatoriana de Aviacion foi totalmente controlada pelo Governo do Equador em 1974. Em 1985 a IAI Israel Aircraft passou a administrar a empresa em sua parte de manutenção e áreas administrativas. Naquela época eram 1100 funcionários e 205 mil passageiros transportados ao ano com uma frota de 4 Boeing 707, 2 Boeing 720 e 1 McDonnell Douglas DC-10-30.

Em 1988 deixou de operar o Boeing 720 e atendia as cidades de Bogotá, Buenos Aires, Cali, Caracas, Chicago, Guayaquil, Lima, Los Angeles, México, Miami, New York, Panamá, Rio de Janeiro e Santiago.

Em outubro de 1991 a Ecuatoriana adquiriu 2 Airbus A310-300 para modernização da frota, fins de deixá-la com visual de empresa moderna para sua privatização, porém, já no ano seguinte, as aeronaves foram embargadas por falta de pagamento.

Em 1993 a Ecuatoriana chegou a arrendar 2 Boeing 727-200 para cobrir linhas na América do Sul, pois seus Boeing 707 tiveram problemas de corrosão e foram retirados de operação. Com tantos problemas, em setembro de 1993 a Ecuatoriana suspendeu suas operações devido a retenção de sua única aeronave em condições de vôo, um DC-10-30, no Panamá, por falta de pagamento

Em 1995 a VASP junto com o Grupo El Juri adquiriram o controle acionário da companhia. Em julho de 1996 a Ecuatoriana retomou suas operações com o Douglas DC-10-30 que havia operado anteriormente e um Boeing 727-200, porém, com o novo padrão visual da empresa, estilo VASP Colors. No retorno a empresa ligava Quito e Guayaquil a Miami e São Paulo.

Em 1997 com a chegada de um Airbus A310-300 e um novo Boeing 727-200 a empresa expandiu operações para Bogotá, Buenos Aires, Caracas, Lima, Manaus e Santiago.

No ano de 1998 a única alteração foi a incorporação de um novo Boeing 727-200 a frota da empresa, somando-se três unidades deste modelo.

O ano de 1999 foi muito importante novamente na história da empresa, que viu o Governo de seu país e o Grupo El Juri retirarem judicialmente a VASP do controle da companhia, por várias acusões de fraudes financeiras contra a Ecuatoriana. Neste ano retirou de operação um de seus Boeing 727-200.

Em meados do ano 2000 a Ecuatoriana suspendeu mais uma vez suas operações. Somente no mês de julho de 2004 a situação da empresa teve um novo rumo. Isso foi causado pela compra de 51% das ações pela LAB – Lloyd Aereo Boliviano, que coincidentemente também era administrada pela VASP e judicialmente também retirou a VASP de sua administração.

Website:

Fundação: 15/08/1972 – 2004

Controle:

Participação:

Alimentadora:

Codeshare:

Frota atual:

Palavra-chave: Ecuatoriana

Cidades:

Ano fiscal:

Reservas:

Internacionais Desativadas

More in Internacionais Desativadas

US Airways (USA)

Aviação Brasil (Redação)29 de dezembro de 2016

Lamia (Bolívia)

Aviação Brasil (Redação)29 de novembro de 2016

Alas Uruguay (Uruguai)

Aviação Brasil (Redação)26 de novembro de 2016

BQB Lineas Aéreas (Uruguai)

Alexandre Barros26 de novembro de 2016

Copyright © 2016 Aviação Brasil - AB Portais e Serviços em Tecnologia da Informação - (11) 2594-9806