Aeroportos do Rio de Janeiro ainda podem crescer

204

O Galeão estabilizou seu número, se compararmos com 2007, mesmo com a chegada de novos vôos internacionais. Para carga aérea o volume caiu quase 4% comparado a 2007, segundo dados do site Aviação Brasil. Para se ter uma idéia foram 78.095.169kg embarcados em 2008 contra 96.296.344kg em 2003.

Em média nos aeroportos do Rio de Janeiro são 79 pessoas embarcadas no Galeão contra 51 no Santos Dumont. No aeroporto central, onde a predominância é de jatos com até 180 assentos com maior volume de vôos na Ponte Aérea, foram 71.527 aeronaves que realizaram pousos e decolagens contra 130.595 do Galeão, que recebe vôos de quase todas as cidades brasileiras além dos vôos internacionais e cargueiros.

Muito de discute a reabertura do Santos Dumont para vôos com outros destinos além da Ponte Aérea Rio – SP e regionais para cidades próximas. Em 2003 o volume de passageiros no aeroporto foi de 5.382.779 pessoas contra 3.628.766 em 2008. Segundo dados da Infraero o Santos Dumont está projetado para 3.200.000 passageiros/ano confortavelmente.

No último dia 22 de janeiro a Anac – Agência Nacional de Aviação Civil informou, após tumultuada sessão pública, que pretende liberar o Santos Dumont para voos diretos entre capitais em até 60 dias.

Política e polêmica a medida deverá causar transtornos a concessão do Galeão à iniciativa privativa e segundo o Governo do Estado prejudicar também a campanha do Rio às olimpíadas de 2016.

Transtornos, polêmicas e políticas à parte os passageiros deverão se beneficiar com a medida e cabe à Anac e a Infraero regulamentá-la de uma forma que obriguem as empresas a não transferir a totalidade dos vôos operados no Galeão, com aeronaves que possam operar no Santos Dumont, o que poderá causar também problemas de conexões nacionais e internacionais principalmente naquele aeroporto.

Tenhamos bom censo!!

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP

Publicidade