AirTanker atende exigências do Reino Unido e é pré-selecionado para programa de aviões-tanque

172

A EADS está prestes a se tornar a principal fornecedora de aeronaves de transporte militar para a força aérea britânica (RAF). A empresa saudou nesta segunda-feira (28) a decisão do secretário de Defesa do Reino Unido, Geoff Hoon, em selecionar o consórcio AirTanker como ofertante preferido (“preferred bidder”) para o programa Avião-Tanque Estratégico do Futuro (Future Strategic Tanker Aircraft, ou FSTA).

“Manter o nosso compromisso com a satisfação das exigências do cliente compensa. Junto com nossos parceiros Cobham, Rolls-Royce, Thales e VT Group, estaremos orgulhosos em dotar a RAF com a melhor capacidade de reabastecimento de aeronaves em vôo”, afirmaram os CEOs da EADS, Philippe Camus e Rainer Hertrich.

Eles ressaltaram o alto grau de exigências do governo britânico, e lembraram que a EADS ganhou uma oferta semelhante na Austrália. “Nossos sucessos nos dois países mostram a competitividade de nosso avião-tanque A330-200 e a habilidade do grupo em oferecer esquemas de financiamento que tragam a melhor relação custo-benefício”, complementaram.

Agora o consórcio AirTanker entra no estágio final de negociações contratuais com o governo do Reino Unido e começa a trabalhar no modelo de financiamento do projeto.

O A330 FSTA será capaz de transportar 65 toneladas de combustível em suas operações de reabastecimento aéreo, a uma distância de 1,6 mil quilômetros de sua base.

FONTE: Aviação Brasil / EADS – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade