Boeing 7E7 agora chama-se Boeing 787

253

A Boeing hoje denominou o seu mais novo avião de passageiros da Boeing Commercial Airplanes- o 7E7 Dreamliner – de 787. O avião será agora conhecido como Boeing 787 Dreamliner.

“Nós usamos o nome 7E7 para destacar as vantagens de eficiência do avião”, declarou Alan Mulally, Presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.

Desde o primeiro 707, todos os aviões comerciais da Boeing foram nomeados seguindo a fórmula 7-7: 717, 727, 737, 747, 757, 767 e 777, até o mais recente modelo, o jato 787.

A nova denominação ocorre simultaneamente a um pedido de 60 aviões pela República Popular da China. Os aviões serão entregues para seis companhias aéreas chinesas – Air China, China Eastern, China Southern Airlines, Hainan Airlines, Shanghai Airlines e Xiamen Airlines.

“A incorporação do número 8 no momento que a China faz um grande pedido também é significativo porque, em muitas culturas asiáticas, o número 8 representa boa sorte e prosperidade”, declarou Mulally.

Segundo a tradição da Boeing, os aviões em desenvolvimento recebem uma designação com uma letra e no momento do lançamento, um número. O 757 começou como 7N7, por exemplo. O 767 era o 7X7 e o 777 era o 767-X.

A família Boeing da série “7” é reconhecida como uma marca mundial. Abaixo estão alguns marcos importantes de cada novo avião trazido ao mercado:

– 707 – Primeiro jato comercial de sucesso, primeiro com swept wings e podded engines – estabeleceu o padrão para todos os aviões comerciais construídos hoje.

– 727 – Primeiro jato comercial a ter controles de vôo completamente motorizados, o primeiro a usar high-lift systems incluindo triple slotted flap e leading edge slats, e o primeiro a ter uma auxiliary power unit (APU).

– 737 – O jato comercial mais vendido da história, com pedidos totalizando mais de 5.500 unidades.

– 747 – Primeiro jumbo, primeiro avião comercial a usar high-bypass engines.

– 747-400 – Primeiro com área especial para descanso da tripulação, primeiro com SATCOM capability, primeiro jato de fuselagem larga com quatro motores.

– 757/767 – Primeiros jatos com o conceito de commonality – primeiros aviões a compartilharem um cockpit comum e o mesmo type rating, de forma que os pilotos de um pudessem operar o outro. Introduziram o “glass cockpit’ nos jatos comerciais. Primeiro bimotores com certificação ETOPS.

– 717 – Primeiro avião comercial a receber Concurrent and Cooperative Certification da U.S. Federal Aviation Administration (FAA) e da Joint Aviation Authorities (JAA).

– 777 – Primeiro avião comercial projetado e pré-fabricado digitalmente, primeiro a receber a certificação de tipo da FAA e da JAA ao mesmo tempo, primeiro a receber certificação ETOPS antes da entrega.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP