Boeing e Guggenheim Aviation Partners anunciam a compra adicional de aviões cargueiros 777

267

A Boeing anunciou ontem que a Guggenheim Aviation Partner Fund II (GAIF II) exerceu suas opções pela compra de três aviões 777 Cargueiros.

A compra, avaliada em aproximadamente US$ 750 milhões, em preços de tabela, foi recentemente incluída na página de Compras & Entregas no site da Boeing e estava atribuída a um cliente não identificado.

Com esse pedido, o GAIF II passa a ter uma encomenda total de seis jatos 777 Cargueiros e quatro 747-8 Cargueiros. Outros parceiros da Guggenheim Aviation Partners (gerenciadores de fundos), também têm a encomenda de seis jatos 747-400ER Cargueiros e mantêm contratos para ter sete unidades do 747-400 adaptados pelo programa Boeing Converted Freighter.

“A Guggenheim Aviation Partners tem vivenciado contínuo sucesso ao disponibilizar grandes cargueiros para seus clientes em todo o mundo”, disse o executivo da Guggenheim Aviation Partners, Stephen Rimmer. “O 777 Cargueiro é um complemento ideal para nossa frota e tem a capacidade única de suplementar e ampliar a nossa estratégia de leasing. Nosso foco no mercado de cargueiros significou um marco importante na performance positiva de nossos outros fundos de investimento e atração de investidores do GAIF II, que cresceu US$ 737 milhões em capital”, conclui Rimmer.

“Como indústria líder no segmento de leasing de aeronaves, a Guggenheim Aviation Partners reconhece que o 777 Cargueiro é o instrumento ideal para trazer as soluções em transporte de carga aérea mais eficiente para seus clientes”, disse John Feren, vice-presidente de Vendas, Leasing & Gerenciamento de Finanças da Boeing Commercial Airplanes. “A Boeing tem muito prazer em participar com a Guggenheim da busca do crescimento contínuo da demanda de grandes cargueiros aéreos”, conclui Feren.

Na recente versão do Current Market Outlook, conjunto de estimativas da Boeing sobre o futuro da aviação comercial, a companhia projeta que a demanda global de carga aérea resultará na entrada de 3.350 cargueiros na frota mundial, durante os próximos 20 anos, totalizando uma frota global de 3.980 aviões – depois da aposentadoria de outros cargueiros. Grandes cargueiros, incluindo o 777 Cargueiro, serão 1.090 deste total – 58% do que será construído pela fábrica americana. A Boeing é o líder isolado no mercado de transporte de carga aérea, fornecendo 90% da frota mundial dedicada ao setor.

O Boeing 777 Cargueiro terá incomparável capacidade pelo seu bimotor e design concebido para assemelhar-se ao Boeing 747 Freighter. Ambos são dotados de capacidade de manuseio de carga de 3,1m de altura e densidade de carregamento superior a 160kg por m3.

Até hoje, 82 unidades do 777 Cargueiro, avaliados em mais de US$ 20 bilhões, em preços atuais de tabela, foram encomendados por 11 clientes em todo o mundo. O primeiro 777 Cargueiro está agendado para ser entregue à Air France no último trimestre de 2008.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP