Embraer 190 obtém certificação ETOPS 120

788

O jato EMBRAER 190 recebeu, neste mês, a certificação ETOPS (Extended Operations, ou “alcance estendido”) para 120 minutos da Federal Aviation Administration (FAA), dos Estados Unidos. O terceiro membro da família de E-Jets, com capacidade para até 114 passageiros, já havia obtido o mesmo certificado da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), autoridade aeronáutica do Brasil, em fevereiro deste ano.

O ETOPS 120 permite a operação do EMBRAER 190 em rotas afastadas até 120 minutos de qualquer aeroporto adequado. Com isso, o jato poderá realizar vôos de longas distâncias sobre mares, desertos e outras áreas inóspitas, aumentando a capacidade operacional da aeronave, em todo o mundo, especialmente no Sudeste Asiático e na Oceania. Esta nova funcionalidade do EMBRAER 190 já se encontra em operação regular, a serviço da companhia aérea Air Niugini, em rotas conectando a Papua Nova Guiné e a Austrália.

Em março de 2007, o EMBRAER 190 obteve a primeira certificação ETOPS, para 75 minutos. A nova certificação não significa apenas a extensão do limite anterior para 120 minutos, mas envolve também o cumprimento de uma série de requisitos adicionais mais exigentes. O jato fabricado pela Embraer é o primeiro no mundo a cumprir com as novas regras estabelecidas pelo Apêndice K, Parte 25, da FAA, demonstrando a alta qualidade e a grande capacidade operacional do EMBRAER 190.

“Estamos muito orgulhosos por mais esta certificação, devido à sua complexidade e pela grande contribuição que ela traz para o aumento da confiabilidade e da flexibilidade operacional dos E-Jets”, disse Antonio Campello, Diretor de Programas da Embraer – Aviação Comercial. “O ETOPS 120 minutos nos ajudará a ampliar o posicionamento competitivo dos E-Jets em regiões importantes como o Sudeste Asiático e a Oceania, oferecendo aos nossos clientes um produto que atende aos mais diversos mercados com conforto, eficiência, economia e a mais alta qualidade disponível no mercado.”

O EMBRAER 190 é um dos membros da família de quatro E-Jets, uma nova geração de aeronaves especialmente concebida para atender o segmento de 70 a 120 assentos. Com um projeto avançado, essas aeronaves são projetadas para maximizar o conforto do passageiro, com desempenho excepcional e economia operacional. Em 31 de março de 2008, a carteira de pedidos da Embraer contava com 835 ordens firmes de E-Jets e mais 840 opções, totalizando 1.675 encomendas de mais de 45 clientes em todo o mundo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade