Embraer Entra no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo

249

A Embraer informa hoje que foi incluída entre as 28 companhias de capital aberto que compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), criado pela Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) no início de dezembro.

Para estabelecer o índice, que contempla empresas de vários setores da economia, foram analisadas cerca de 150 companhias listadas na Bolsa de Valores. Participaram da análise apenas aquelas que apresentaram alto índice de liquidez e que atenderam a critérios de sustentabilidade referendados por um conselho do ISE.

O ISE reflete o retorno de uma carteira composta por ações de 28 empresas brasileiras com altos níveis de sustentabilidade empresarial, ou seja, companhias que geram valor para o acionista no longo prazo por serem consideradas mais bem preparadas para enfrentar riscos econômicos, sociais e ambientais.

O ISE foi criado com o objetivo de se tornar referência para o investimento socialmente responsável, e também almeja ser indutor de boas práticas no meio empresarial brasileiro.

A Embraer desenvolve inúmeras iniciativas de sustentabilidade empresarial, dentre as quais uma abrangente campanha de reciclagem do lixo e resíduos industriais. Até o mês de outubro de 2005, a Embraer havia reciclado 76% de todo o resíduo gerado em sua fábrica de São José dos Campos. Há também o projeto de reflorestamento da Unidade Gavião Peixoto, cuja meta é o replantio de 600 mil árvores até 2010.

Além de políticas ambientalmente responsáveis, a Companhia, a partir da constituição do Instituto Embraer de Educação e Pesquisa em 2001, tem conduzido programas sociais nas comunidades onde atua, focados principalmente no setor educacional.

Sinônimo de excelência em São José dos Campos, o Colégio Engenheiro Juarez Wanderley, patrocinado pelo Instituto, forma 200 alunos de ensino médio por ano. Outro importante projeto é conhecido como Programa Parceria Social (PPS). Por meio dele, os empregados da Embraer são estimulados a desenvolver e implementar projetos sociais que, se enquadrados nas regras do PPS, podem vir a receber apoio financeiro para sua concretização.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade