Família de jatos ERJ 145 chega à milésima aeronave produzida

174

Com a apresentação do milésimo jato da família ERJ 145, em cerimônia realizada pela Embraer na última sexta-feira, dia 28 de setembro, nas instalações da Harbin Embraer Aircraft Industry Co. Ltd. (HEAI), em Harbin, na China, a família ERJ 145 atinge a marca histórica de 1.000 aeronaves produzidas em pouco mais de dez anos.

O ERJ 145 N/S 1000 deverá operar nas cores da Grand China Express, empresa do Grupo HNA que encomendou 50 aeronaves do modelo, além de 50 jatos EMBRAER 190.

No período de pouco mais de dez anos transcorrido desde a entrega do primeiro avião de série à Continental Express (hoje Express Jet), em dezembro de 1996, até o presente momento, a família ERJ 145 acumulou mais de 12 milhões de horas de vôo, com uma média de cumprimento de missões de 99,7%.

Este feito coloca o Programa ERJ 145 como um dos mais bem-sucedidos da indústria aeronáutica em todo o mundo.

A família ERJ 145 é reconhecida e valorizada pela grande flexibilidade que oferece na alimentação dos aeroportos principais e nos serviços ponto-a-ponto, operando sempre de forma rentável e eficiente. Quando a demanda aquece, os jatos ERJ da Embraer expandem as operações para novos mercados e aumentam a freqüência de serviços existentes. Por outro lado, em um ambiente de baixa demanda, os jatos ERJ da Embraer ajudam as empresas aéreas a ajustar a capacidade da aeronave à demanda do mercado e a preservar sua posição competitiva, mantendo a integridade da malha aérea e a presença geral no mercado.

A família ERJ 145, compreendida pelos jatos ERJ 145 (50 assentos), ERJ 135 (37 assentos) e o ERJ 140 (44 assentos), e o ERJ 145 XR (versão de maior alcance do modelo ERJ 145 original), oferece às companhias aéreas 98% de comunalidade de peças e sistemas, bem como a mesma qualificação para tripulação, sendo adequada para alta freqüência de utilização (em torno de 2.500 horas de operação por ano).

Em 2003, a Embraer consolidou sua presença na China, por meio da criação da Harbin Embraer Aircraft Industry (HEAI), uma joint venture com a China Aviation Industry Corporation II (AVIC II) destinada à fabricação de aeronaves da família de jatos regionais ERJ 145 para o mercado chinês.

Em 30 de junho de 2007, a carteira de pedidos da família ERJ 145 de jatos regionais contabilizava 915 pedidos firmes e 131 opções, totalizando 1.046 aeronaves. A família ERJ 145 é complementada por mais de 110 jatos executivos Legacy, que voam em 20 países, bem como versões de defesa – AEW&C, P-99 e RS/AGS – para Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (Intelligence, Surveillance and Reconnaissance – ISR) em operação no Brasil, na Grécia e no México.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade