Governo Federal garante passagem de Trem de Alta Velocidade por Guarulhos

228

Participaram da reunião Bernardo Figueiredo, diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Roberto Garibe, assessor especial da Casa Civil da Presidência da República, e Paulo Sérgio Passos, secretário-executivo do Ministério dos Transportes.

Atualmente, estão sendo concluídos os estudos técnicos para a execução da obra. A previsão é de que a licitação para a execução do projeto seja realizada até julho de 2010, para que os trabalhos comecem no segundo semestre daquele ano. A expectativa é de que a obra esteja concluída antes da Copa do Mundo de 2014.

Segundo os representantes do Governo Federal, o preço da passagem ainda não foi definido, mas deverá se situar num valor intermediário entre os transportes rodoviário e aéreo. “Nossa intenção é que o custo do bilhete seja um pouco superior ao do ônibus, com a vantagem sobre o tempo de viagem, mas que fique abaixo da tarifa aérea”, previu Bernardo Figueiredo.

O TAV percorrerá um trajeto de aproximadamente 510 quilômetros em até duas horas. A velocidade média do trem deverá ser de 350 km/h. Quando entrar em operação, o trem deverá transportar cerca de 30 milhões de passageiros por ano. No total, estão previstas oito estações obrigatórias, incluindo a de Guarulhos. No Estado de São Paulo: Campo de Marte, em São Paulo, Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, Campinas, Aeroporto de Viracopos, também em Campinas, e em São José dos Campos. No Rio de Janeiro, estão previstas estações no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Leopoldina e em Barra Mansa.

“Essa é uma grande notícia para Guarulhos. Estou convicto de que a cidade já deveria, há muito tempo, ter uma rede moderna de transporte público. Esse projeto, somado ao do Trem de Guarulhos e ao Expresso Aeroporto, representa uma valorização em todos os aspectos para nós guarulhenses”, disse o prefeito Sebastião Almeida.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade