KLM inicia a operação do Sistema de Lavagem à Água de Motores

401

Este mês, durante visita à KLM e ao Aeroporto de Amsterdã-Schiphol, o ministro holandês de transporte, obras públicas e manejo de água, Camiel Eurlings, oficialmente iniciou a operação do Sistema de Lavagem à Água de Motores, desenvolvido pela KLM. Ao lado do presidente e CEO da KLM, Peter Hartman, o ministro posicionou um extrator de vapor, parte integrante do novo método, atrás de um motor aguardando a limpeza no hangar da KLM Engenharia e Manutenção.

O Sistema de Lavagem à Água de Motores, desenvolvido pela KLM e inédito na área de manutenção de aeronaves, limpa a parte de dentro dos motores, aumentando assim os níveis de desempenho e baixando o consumo de combustível dos mesmos. Isso também faz com que a emissão de CO2 e outras substâncias diminua consideravelmente durante o vôo. Depois que a água é vaporizada na parte da frente do motor por várias vezes, a KLM coleta todo o descarte do líquido (mais de 100 litros), eliminando-o de maneira responsável no KLM Environmental Center. O vapor produzido no processo vai para um extrator próprio, que limpa o mesmo antes de liberá-lo.

Este sistema não implica em mais gasto de tempo durante a manutenção dos aviões, pois ele pode ser utilizado ao mesmo tempo em que ocorre a checagem técnica normal no hangar. Ou seja, ele não representa mais tempo de solo da aeronave.

Hartman declarou: “com o Sistema de Lavagem à Água de Motores, a KLM demonstra que abraçou a causa da sustentabilidade. Ao criarmos este método, mostramos que podemos desenvolver processos de manutenção inteiramente novos, que são melhores para as pessoas e para o planeta”.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP