Lan Chile (Chile)

266

Empresa: Lan Chile (Chile)

Descrição: A Lan Chile foi a primeira empresa latino-americana a operar os Boeing 767-200ER. Em 1987 sua frota constava de 4 Boeing 707, 2 Boeing 737-200 e 2 Boeing 767-200ER. Um ano após passou a atender Los Angeles, em vôo exclusivamente cargueiro, e Panamá. Em junho de 1989 a Lan Chile retomou os vôos Santiago – Madrid além de operar outros destinos como Caracas, Ilha de Páscoa, La Paz, Lima, Los Angeles, Miami, Montevideo, Montreal, New York, Panamá, Rio de Janeiro, Santa Cruz de la Sierra, São Paulo e Tahiti. No mês de setembro foi privatizada com 51% das ações transferidas para a Icarosan/SAS.

Em 1990 recebeu três BAe 146-300 que juntaram-se aos 3 Boeing 707, 4 Boeing 737-200, 1 Boeing 747-100 e 4 Noeing 767-200ER. Além das aeronaves citadas encomendou um novo 767-200ER e 2 Boeing 767-300ER, todos para reforçar as linhas internacionais que passou a ter na malha Frankfurt e a Cidade do México. Em 23 de agosto de 1995 adquiriu 57% das ações da Ladeco e consolidou-se como a principal linha aérea chilena. Em abril de 1997 passou a controlar 49% das ações da LanPeru, empresa para qual arrendou dois Boeing 737-200. Em junho de 1998 apresentou sua nova identidade corporativa e anunciou grandes investimentos com as encomendas de aeronaves da Airbus (A319, A320 e A340).

No início do ano 2000 a Lan Chile recebeu o primeiro Airbus A340-300 de sete encomendados. Um ano após a frota estava composta por 5 Airbus A320, 2 Airbus A340-300, 10 Boeing 737-200 e 12 Boeing 767-300ER. Em 2002 ganhou o reforço de outros dois Airbus A340 e iniciou transferência dos Boeing 737 para a LanExpress. Em 2004 alterou seu nome de Lan Chile para LAN.

Website:

Fundação: 05/03/1929 – 2004

Controle:

Participação:

Alimentadora:

Codeshare:

Frota atual:

Palavra-chave: Lan Chile

Cidades:

Ano fiscal:

Reservas: