Legacy é certificado para voar no nível 410

203

A Embraer anunciou que o jato executivo Legacy recebeu a certificação de autoridades aeronáuticas do Brasil, Estados Unidos e Europa para aumentar seu teto operacional para 41.000 pés (12.500 metros).

O aumento do teto operacional permite aos operadores do Legacy tirar vantagem de rotas aéreas menos congestionadas, tornando os vôos mais rápidos e agradáveis.

A Embraer entregará o primeiro avião apto a voar a 41.000 pés para novos clientes no segundo trimestre de 2005. Um boletim de serviço para proprietários de aeronaves Legacy em operação será disponibilizado para aqueles que o solicitarem, e alguns já estão programados para implementação.

“Estamos orgulhosos por anunciar a certificação para o aumento do teto operacional do Legacy Executive. Este feito apenas reforça nosso comprometimento com o atendimento às expectativas do mercado, acrescentando valor aos nossos clientes, inclusive os operadores atuais do avião”, disse Frederico Fleury Curado, Vice-Presidente Executivo para o Mercado de Aviação Civil da Embraer.

Juntamente com outras melhorias do produto anunciadas na convenção da National Business Aviation Association (NBAA), no mês de outubro passado, o novo teto operacional reflete o inabalável comprometimento da Embraer com o aprimoramento do avião.

Outras melhorias recentes, como a conexão global de alta velocidade (High Speed Data) por meio da tecnologia Wi-Fi, além das novas venezianas plissadas da cabine, serão disponibilizadas ainda no primeiro semestre de 2005.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP