Lufthansa é nova acionista da Fraport, a administradora do Aeroporto de Frankfurt

310

A Lufthansa passou a ser dona de 4,5 milhões de ações da administradora do aeroporto de Frankfurt, Fraport AG, o correspondente a 4,95% do capital nominal.

O preço de compra, de 170 milhões de euros, foi pago à vista com fundos líquidos existentes. Em breve, a Deutsche Lufthansa AG deverá aumentar esta participação para 5%.

“Este investimento fortalece nossa base e também a infraestrutura do transporte aéreo alemão. Aprofundamos nossa parceria com a Fraport e fortalecemos nossos negócios no ponto de distribuição Frankfurt”, disse Wolfgang Mayrhuber, presidente mundial do grupo Lufthansa. Ele disse, ainda, que com isso a iniciativa que visa adquirir tráfego aéreo para a Alemanha ganharia força, o que seria ótimo para o desenvolvimento da Alemanha como base do transporte aéreo europeu.

O presidente frisou que atualmente a concorrência não se resume às empresas aéreas e alianças, mas atinge o sistema como um todo, ou seja, a colaboração entre aeroportos, segurança de vôo e empresas aéreas. Baldeações sem complicações em Frankfurt favoreceriam também os aeroportos conectados ao ponto de distribuição por meio da Lufthansa. “Participamos do Terminal 2 em Munique, mas os beneficiados foram todos: clientes, aeroporto e empresa aérea. Agora este é o nosso objetivo também em Frankfurt.”

Mayrhuber considera a participação na Fraport como investimento estratégico no negócio principal do grupo, pois garantirá à Lufthansa influência sobre o desenvolvimento do aeroporto de Frankfurt, melhorando a cooperação e aumentando a qualidade em terra em benefício do cliente. “Isto fortalece nossa posição perante as concorrentes. Sem contar que a Fraport é uma empresa rentável. O investimento terá retorno”, acredita Mayrhuber.

O presidente da Fraport, Dr. Wilhelm Bender, é tão enfático quanto. “A Lufthansa é bem-vinda como nossa acionista. A participação financeira fortalece o sucesso da parceria de sistemas entre Lufthansa, Star Alliance e Fraport.”

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP