Nem tudo está azul na aviação chinesa

146

As companhias aéreas chinesas perderam no primeiro semestre um montante de US$ 376 milhões de dolares. Segundo analistas, a alta do preço do petróleo foi o principal indicador das perdas.

O tráfego de passageiros subiu 17,9% e o de carga 11,4% se comparado o igual período do ano anterior.

Seria um sinal de alerta para um mercado que cresceu acima de 40% em 2005?

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP

Publicidade