Nova malha área da TAM passa a vigorar dia 1º de outubro

88

A TAM passa a operar nova malha aérea doméstica a partir de 1º de outubro, de acordo com as determinações da Resolução nº 6 do Conselho Nacional de Aviação Civil (CONAC). Os vôos a partir do Aeroporto de Congonhas atenderão a limitação de 1.000 Km de distância e as ligações entre aeroportos serão diretas, eliminando escalas ou conexões, no limite de 33 movimentos por hora (pousos e decolagens) para a aviação regular.

Com essas alterações, a TAM vai operar vôos diretos de Congonhas para 19 aeroportos: Santos Dumont e Tom Jobim (Rio de Janeiro); Brasília; Campo Grande; Confins; Curitiba; Caxias do Sul; Florianópolis; Goiânia; Foz do Iguaçu; Joinville; Londrina; Maringá; Navegantes; Porto Alegre; Ribeirão Preto; São José do Rio Preto; Uberlândia e Vitória. Destinos localizados nas regiões Norte e Nordeste e a capital Cuiabá (MT) passarão a ser atendidos pelo Aeroporto de Guarulhos. A nova malha aérea está sob aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Passageiros que adquiriram bilhetes antecipadamente para destinos que, a partir de 1º de outubro, não serão mais operados a partir de Congonhas serão reacomodados em vôos via Guarulhos. Da mesma forma, aqueles que possuem passagens com conexões em Congonhas serão atendidos em aeroportos de maior conveniência aos passageiros. O call center da TAM está contatando os clientes que compraram seus bilhetes diretamente na companhia. Se a passagem foi adquirida via agência de viagens, o cliente deve procurar seu agente. Taxas de remarcação ou de embarque adicional, no caso daqueles que fariam conexão em Congonhas, não serão cobradas.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade