TAM aumenta capacidade de TI

389

HP, Oracle e EMC² acabam de homenagear as
equipes de suporte técnico e de produção da TAM, que
participaram de amplo projeto durante o ano de 2003. Esse trabalho, feito em
parceria com as empresas de tecnologia, foi
desenvolvido para dar a infra-estrutura necessária para vários sistemas e produtos
novos que a TAM vem lançando no mercado.
Os investimentos de 2003 tiveram como prioridade três pontos: implementação da
infra-estrutura do site de contingência, aplicações
web e atualização de hardware e software. Como resultado, toda a infra-estrutura de
TI (Tecnologia da Informação) foi atualizada e
teve a sua capacidade ampliada em 20%.
Um dos pontos de destaque no projeto desenvolvido em 2003 foi a implantação do site
de contingência da TAM. O novo CPD foi
instalado no hangar 2 da empresa, enquanto o equipamento original continuou operando
normalmente durante o processo de migração no
hangar 7.
“O segundo data-center opera on-line com o outro. Isso significa que, caso ocorra
qualquer tipo de problema no prédio principal,
todos os nossos sistemas continuarão funcionando normalmente”, afirmou
diretor-adjunto de Sistemas da TAM, Tony Facó. “E o mais
significativo é que fizemos todo este processo complexo em conjunto com os
fornecedores e sem causar impacto nenhum na nossa
operação.”
A reestruturação da rede de TI da TAM também incluiu a migração da tecnologia de
comunicação de dados com as bases e aeroportos, que
era feito via satélite e agora passou para frame-relay. Com isso, o link passa a ser
contínuo e apresenta um grau mais elevado de
segurança na transmissão dos dados.
Os investimentos incluíram ainda a instalação de toda a infra-estrutura para
implementação do E-TAM, um programa pioneiro no Brasil,
que possibilita a venda on-line de passagens diretamente para as agências de viagem,
utilizando a internet com total segurança. O
processo acaba com a emissão de bilhetes em papel, substituídos pelo e-ticket.

FONTE: TAM – TAM – São Paulo/SP

Publicidade