TAM lança ações na Bolsa de Nova York

179

A TAM S.A., emite ações sob a forma de ADSs (American Depositary Shares) representadas por ADRs (American Depositary Receipts) começaram a ser negociadas a partir de 10 de março, na Bolsa de Nova York, NYSE, com o símbolo TAM. O IPO (Initial Public Offering) de Ações na NYSE corresponde à Oferta Internacional e faz parte da Oferta Global que a TAM realiza no Brasil e no Exterior mediante, simultaneamente, a distribuição primária de 5.000.000 novas ações preferenciais e secundária de 30.618.098 ações de titularidade dos acionistas vendedores.

A Oferta Internacional poderá ser acrescida de um lote suplementar de até 15% do total das ADSs inicialmente ofertadas. Essas opções serão destinadas exclusivamente para atender a um eventual excesso de demanda que vier a ser constatado no decorrer da Oferta Global.

Os recursos líquidos obtidos em decorrência da emissão de Ações na oferta primária serão utilizados integralmente pela TAM S.A. no financiamento de suas atividades, por meio de aportes de capital em suas subsidiárias operacionais. A Companhia pretende utilizar aproximadamente 80% desses recursos para financiar a renovação e expansão de sua frota, com a aquisição e/ou arrendamento de aeronaves, predominantemente Airbus modelos A320 e A350. O restante dos recursos será utilizado para capital de giro.

A operação está sendo coordenado pelo Pactual Capital Corporation e pelo Credit Suisse (USA) LLC, em conjunto como cordenador global e bookrunners e a Merril Lynch como cordenador. A publicação do anúncio de encerramento está prevista para 17 de abril.

No Brasil, as ações da TAM estão listadas para negociação no Nível 2 da Bovespa, que corresponde às companhias que aderiram às Práticas Diferenciadas de Governança Corporativa da Bolsa brasileira.

Além disso, o Estatuto Social da TAM confere aos detentores de ações de sua emissão o direito de incluí-las em oferta pública de aquisição de controle, de forma a lhes assegurar tratamento igual àqueledado ao acionista controlador vendedor, ou seja, tag along de 100%.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade