TAM recebe Comitê de Compradores de Material Aeronáutico da AL

130

A TAM recebe esta semana, em São Paulo, executivos de companhias aéreas da América Latina que integram o Comitê de Compradores de Material Aeronáutico (CCMA). São cerca de 15 empresas que, juntas, possuem faturamento anual de US$ 12 bilhões. Além das brasileiras TAM, Varig, Gol e Vasp, Lan Chile, também integram o CCMA Taca, Aerolineas Argentinas, Aeroméxico, Pluna, Avianca, Ibéria, entre outras.

O CCMA promove duas reuniões semestrais – uma exclusiva para os integrantes do comitê e outra aberta à participação de empresas ligadas ao setor. Um dos objetivos é o de levantar oportunidades de negócios. Em muitos casos é possível negociar volumes maiores com fornecedores e, dessa forma, obter melhores condições comerciais.

“Temos feito, por exemplo, avaliações conjuntas de fornecedores da indústria com a meta de melhorar o atendimento às companhias aéreas. O Comitê assegura maior representatividade nas negociações com fornecedores e fabricantes de equipamentos aeronáuticos”, afirma o diretor de Suprimentos e Logística da TAM, Armando Berti, atual presidente do CCMA. Representantes da Associação Internacional de Transporte Aéreo Latino-Americano (AITAL) também participam do encontro em São Paulo. Esta é a segunda reunião realizada este ano. A próxima acontecerá em Manaus, em maio do próximo ano.

Amanhã, executivos das empresas integrantes do CCMA visitarão o Centro Tecnológico da TAM, localizado em área própria de 4,6 milhões de m² em São Carlos, interior de São Paulo. O parque de manutenção já está certificado pelos órgãos reguladores para realizar todas as grandes manutenções programadas (checks C e D) de aeronaves Airbus e Fokker e de componentes aeronáuticos. Recentemente, recebeu também a certificação EASA – European Aviation Safety Agency (JAR-145), o que capacita o Centro Tecnológico a prestar serviços a outras companhias que exigem essa certificação. Será mais uma opção para as empresas da América Latina que atualmente necessitam enviar componentes e aviões para Europa ou Estados Unidos.

FONTE: Aviação Brasil / Tam – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade