TAM terá mais um cartão de crédito

114

A TAM fechou parceria com o Unibanco para o lançamento do cartão de crédito TAM Unicard. O novo produto – emitido nas bandeiras Visa e MasterCard – estará em circulação no prazo estimado de 90 dias. Com isso, a Companhia cria mais uma opção aos clientes que já contam com o TAM Credicard.

Os cartões de crédito TAM Unicard e TAM Credicard são destinados aos participantes do Programa Fidelidade e a todos os demais clientes interessados em estabelecer relacionamento com a Companhia. O Programa Fidelidade, pioneiro no segmento de aviação no Brasil, foi lançado em 1993. Possui hoje 3 milhões de associados e já distribuiu 3,3 milhões de passagens gratuitas.

Disponível nas versões Nacional, Internacional, Gold e Platinum, o cliente acumula 1,33 ponto no Programa Fidelidade a cada US$ 1,00 pago com o cartão de crédito. Na adesão, o cliente terá bonificação extra em pontos de acordo com a modalidade do cartão: são 3 mil pontos para o Internacional; 4 mil pontos no Gold e 5 mil pontos para o Platinum. Os pontos acumulados são creditados automaticamente no Fidelidade.

“O lançamento de mais um cartão co-branded (marca compartilhada) reforça a vocação da TAM de surpreender seus clientes com novos produtos e serviços que sempre revertam em benefícios para eles. Destacamos, também, que buscamos empresas líderes e consolidadas em seus respectivos setores para selar parcerias sólidas, como é o caso do Unibanco e, anteriormente, da Credicard”, afirma Ubiratan da Motta, diretor de Logística Comercial.

“Ao aliar-se ao bem-sucedido Programa Fidelidade da TAM, a Unicard Unibanco reforça sua atuação neste segmento e passa a atender de maneira mais completa as necessidades de seus clientes”, complementa Raphael de Carvalho, diretor-executivo das Empresas de Consumo do Unibanco.

Pelo Programa Fidelidade, a cada 20 mil pontos o associado tem direito a uma passagem (ida e volta) na América do Sul para os destinos operados pela TAM. Para a América do Norte, são necessários 40 mil pontos, na baixa temporada, e 60 mil na alta estação, também para passagem de ida e volta. E para a Europa, o cliente poderá trocar por bilhete (ida e volta) a partir de 60 mil pontos na baixa temporada e 80 mil nos meses de alta.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade