TRIP Linhas Aéreas contrata a primeira mulher mecânica de aeronaves

138

Para atuar na profissão é necessário fazer cursos de manutenção aeronáutica, que são ministrados em três módulos, durante o período de três anos, a um custo de mais de R$ 10 mil. A primeira categoria do curso é denominada Pérola, em que se estuda a parte estrutural da aeronave; na segunda – GNP, o profissional conhece os motores e sua reação e, finalmente, a categoria Aviônica, que estuda a parte eletro-eletrônica do avião. Após estes cursos, o profissional será um mecânico júnior. Com três anos de experiência comprovada em carteira, o mecânico faz uma prova na ANAC, que o avaliza para atuar em qualquer companhia aérea de porte.

“Como estes cursos são muito diferentes, não encontramos em todas as cidades, fiz os dois primeiros anos na cidade de Pirassununga (SP) e o último módulo em São Carlos (SP), afirma Amanda. A profissional trabalhou na Passaredo e vê a oportunidade de crescer e criar raízes na maior companhia aérea regional como um grande desafio. “Estou muito feliz com a forma como fui recebida aqui, justamente em uma área tão complexa para mulheres e tipicamente masculina”, completa.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade