United toma nova iniciativa para a preservação do ambiente

142

O programa vem complementar os esforços que a United já vem realizando para reduzir os efeitos de suas operações sobre o ambiente, por meio de medidas significativas e sustentáveis, no ar e no solo.

“A proteção do meio ambiente é importante para a United e sabemos que também é importante para nossos clientes”, declarou a vice-presidente sênior de Assuntos Corporativos e Governamentais da empresa, Rosemary Moore. “Com nosso novo programa de compensação de emissões de carbono, a United tem a satisfação de unir-se a parceiros sem fins lucrativos para dar aos nossos clientes a oportunidade de apoiar programas com um impacto positivo no meio ambiente”.

Os programas da United já existentes ligados ao meio ambiente incluem medidas de aperfeiçoamento da frota, adoção do sistema de lavagem de turbinas Ecowash e uso de veículos que empregam combustíveis alternativos nos serviços de apoio de solo da empresa. A United foi a única empresa aérea norte-americana a participar no ano passado do programa ASPIRE, usando em um único voo 11 medidas de economia de combustível que resultaram numa redução de mais de 14.500 quilos em emissões de carbono. A United incorpora ao treinamento de suas tripulações a adoção de princípios de preservação e de processos mais eficientes de planejamento das operações.

No novo programa, organizado em conjunto com a Conservation International e com a participação da Sustainable Travel International (STI), a United desenvolveu uma calculadora de carbono que determina a participação do cliente nas emissões de carbono em uma viagem aérea. São usados no cálculo fatores como as rotas seguidas, o tipo de avião, o índice de ocupação e a quantidade de combustível usada.

O cliente interessado em participar do projeto pode visitar o site united.com/carbonoffset (em inglês) e calcular a sua participação na emissão de carbono de uma viagem. Com base nesse cálculo, pode fazer sua contribuição para qualquer uma de quatro opções apresentados pela STI, todas contando com verificação e acompanhamento independentes. A contribuição por uma viagem entre Tampa Bay e Chicago, por exemplo, pode começar em US$ 2,16.

Os projetos incluídos no programa da United por meio da STI incluem atividades como a instalação de fontes de energia renováveis e centros de produção de energia a partir do vento em diversos países. Há também iniciativas para a preservação de florestas, com foco no reflorestamento de áreas nativas, redução de queimadas e abertura de clareiras e na conservação de refúgios de vida silvestre e ecossistemas naturais. A opção Gold Standard gera créditos de carbono para projetos internacionais a longo prazo destinados ao desenvolvimento sustentável de fontes de energia renováveis e do incremento da eficiência dos combustíveis.

Comentando o programa, Glenn Prichert, vice-presidente sênior da Conservation International, afirmou: “As mudanças climáticas constituem o desafio de nossa geração. Juntos, podemos tomar medidas reais, que beneficiarão coletivamente nosso planeta e a humanidade. Por meio da liderança da United e desse novo programa, os viajantes podem responder ao efeito ambiental de seus deslocamentos dando apoio a projetos sustentáveis, como nossos esforços internacionais de reflorestamento”.

Mais informações sobre os esforços da United Airlines relativos à preservação do meio ambiente podem ser obtidas, em inglês, no endereço united.com/environment.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade