Varig recebe cheta e começa a planejar expansão

135

A VARIG recebeu hoje, 14/12, na sede da ANAC em Brasília, o Certificado de Homologação de Empresa de Transporte Aéreo (CHETA) e demais concessões para funcionamento, conforme estava previsto no leilão público de 20 de julho passado, quando a Unidade Produtiva foi adquirida pela VARIGLOG. Uma solenidade marcou a entrega do documento de autorização para a nova empresa, com a presença de ministros, autoridades e dos presidentes da ANAC, Milton Zuanazzi, da VARIG, Guilherme Laager, e do Conselho de Administração da VARIGLOG, representado por Marco Antônio Audi.

A partir de agora, a empresa poderá dar início a uma nova fase em sua história. A confiança no futuro foi demonstrada por Guilherme Laager, em seu discurso de agradecimento na solenidade: “Estamos aqui, recomeçando com toda a força e com a legitimidade de uma marca que sempre foi e ainda é a verdadeira embaixada para os brasileiros em qualquer lugar do mundo. Em breve, vamos anunciar um novo plano de expansão”. Laager destacou a dedicação da equipe de funcionários, “que conduziu com bravura e muita coragem” a VARIG durante os cinco meses de espera, e fez um agradecimento especial aos clientes “que muitas vezes deixaram de ser apenas passageiros para serem torcedores. E a gente sabe que não existe time vencedor sem uma torcida verdadeira, que torce com o coração. A VARIG vai saber retribuir a confiança de todos vocês”, afirmou.

O mesmo entusiasmo foi compartilhado por Marco Antonio Audi, que destacou a persistência dos investidores da nova empresa ao longo desses cinco meses: “A VARIG foi minuciosa no atendimento às exigências da ANAC. Contra todas as pressões, a homologação da nova empresa foi concedida em tempo recorde, cumprindo-se todas as etapas necessárias, em prol do mercado e de todos os usuários finais. A volta da companhia é também uma vitória da Justiça, pela atuação precisa do juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio, na defesa da aplicação da Lei de Recuperação Judicial”.

No período entre o leilão de 20 de julho e a obtenção do Cheta, a administração da VARIG dedicou-se à retomada gradativa das operações, trabalhando para reconquistar a confiança de todos os clientes, passageiros e fornecedores. A empresa contabiliza vitórias significativas: após o leilão, restaram apenas dois aviões em condições de operar. Cinco meses depois, a VARIG conta com 18 aeronaves em sua frota: 15 Boeing 737/300, dois MD – 11 e um Boeing 767. A VARIG também renovou seu cardápio e entretenimento à bordo e trouxe de volta aos seus vôos a tradicional Revista Ícaro.

Neste período, a VARIG também expandiu suas operações. Atualmente voando para Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Manaus, Frankfurt, Buenos Aires, Bogotá e Caracas, já a partir da próxima segunda-feira, 18/12, a empresa volta a voar diariamente para Fernando de Noronha e inicia a operação de uma malha de verão, para atender à demanda da alta temporada. A companhia vai oferecer vôos diários para mais três destinos domésticos (Belo Horizonte, Porto Seguro e Florianópolis) e expandir as operações no aeroporto do Galeão, com a rota São Paulo/Rio de Janeiro/Recife. No total, a VARIG passará a atender 13 cidades no Brasil e quatro no exterior.

A VARIG voltou a fazer novamente parte do BSP Exterior (Billing Settlement Plan) da IATA (International Air Transport Association), restabelecendo por completo sua relação comercial com a câmara de compensação para agentes de viagens em 40 países. O acordo foi fechado após cumpridos todos os pré-requisitos da IATA e significa que agências de viagens estrangeiras já podem voltar a vender bilhetes da VARIG, tendo a garantia e as facilidades da câmara de compensação BSP. A VARIG já integra a BSP Brasil e conta com o BSP exterior nos seguintes países: Alemanha, África do Sul, Argentina, Aruba, Austrália, Áustria, Bolívia, Bélgica, Canada, Chile, Coréia, Colômbia, Dinamarca, Equador, Espanha, Filipinas, França, Grécia, Hong Kong, Holanda, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Malásia, México, Noruega, Paraguai, Peru, Portugal, Reino Unido, Suíça, Suécia, Singapura, Tailândia, Taiwan, Turquia, Uruguai e Venezuela.

Ao longo desse período de ajustes, a VARIG sempre pôde contar com a fidelidade de seus passageiros. Por isso, a empresa continuará oferecendo um dos maiores atrativos no mundo da aviação: o programa de milhagem. Maior programa da América Latina, o Smiles conta com 5.600.000 participantes, que se inscreveram por meio de formulários encontrados em lojas, aeroportos, aeronaves e pela Internet no site www.smiles.com.br.

Guilherme Laager assumiu a presidência da VARIG a convite de Marco Antonio Audi em 20 de novembro. Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com MBA pela COPPEAD, Guilherme Laager trabalhou nos últimos cinco anos na companhia Vale do Rio Doce, como Diretor Executivo da Área de Logística, de onde se desligou para presidir a VARIG. Anteriormente fez parte do time da Brahma e da Ambev por mais de 12 anos, tendo desenvolvido a área de logística do grupo, bem como atuado como Diretor de Suprimentos e de TI, além de ter participado da histórica fusão Brahma/Antarctica. Iniciou a sua carreira profissional na atual Accenture, onde por nove anos participou de diversos projetos de consultoria gerencial.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade