A Boeing e a Fedex anunciaram uma nova ordem de 12 Boeing 767 Cargueiros e 12 Boeing 777 Cargueiros ao preço de US$ 6,6 bilhões de dólares.

“Estamos dando mais um passo positivo no nosso programa de modernização da frota à medida que adicionamos mais eficiente e aeronaves com menor emissão de nossa frota global”, disse David L. Cunningham, presidente e CEO da FedEx Express. “O Boeing 767 e 777 Freighters trouxeram maior eficiência e confiabilidade às nossas operações aéreas.”

A Fedex e a Boeing tem uma parceria de longa data. A transportadora é um dos principais operadores do Boeing 757 cargueiro e o maior operador dos cargueiros 767 e 777 .

O 767 Cargueiro, baseado no jato de passageiros 767-300ER (alcance estendido), pode transportar aproximadamente 58 toneladas (52,7 toneladas) de carga. O 777 Cargueiro é o mais longo cargueiro bimotor do mundo. O jato pode voar 4.900 milhas náuticas (9.070 km) com uma carga de 112 toneladas (102 toneladas métricas ou 102.000 kg). O 777 Freighter também usa 18% menos combustível em comparação com os aviões que substitui, e fornece decolagens mais silenciosos e aterrissagens que atendam às normas de ruído do aeroporto.

Publicidade